“Pode beber depois da vacina?” foi a pergunta que paraibanos mais fizeram ao Google em 2021

A campanha de vacinação contra a covid-19 no Brasil segue ocorrendo todos os dias e o público foi ampliado.  A intenção é a cada dia diminuir os riscos e impactos da pandemia. O Google Brasil fez um levantamento que apontou que a pergunta mais feita pelos brasileiros, e mais especificamente por paraibanos em 2021, sobre vacina, foi se “pode beber depois da vacina?”. Segundo a empresa, os estados que mais procuraram respostas para a questão foram:

Sergipe, Paraíba, Pernambuco, Espírito Santo e Rio Grande do Norte.

A pergunta que ocupa o segundo lugar no ranking é: “Qual a melhor vacina?”. Em seguida, na lista, aparece a questão: “Onde tomar vacina?”.

Confira a lista das 20 perguntas mais buscadas sobre vacina no Brasil nos últimos 12 meses

1. Pode beber depois da vacina?

2. Qual a melhor vacina?

3. Onde tomar vacina?

4. Onde tem vacina?

5. Quando vou ser vacinado?

6. O que é logradouro?

7. Qual a melhor vacina para Covid?

8. O que são imunossuprimidos?

9. O que é comorbidade?

10. Qual a vacina da Fiocruz?

11. O que são puérperas?

12. O que é vacina?

13. Quem teve Covid pode tomar vacina?

14. Pode tomar vacina Covid gripado?

15. Como se cadastrar para tomar vacina?

16. Como fazer o cadastro da vacina?

17. Quais são as vacinas do Covid?

18. O que é pessoa institucionalizada?

19. Quais vacinas estão sendo aplicadas no Brasil?

20. Como está a vacinação no Brasil?

Mas afinal, e a resposta para a pergunta mais feita ao Google pelos paraibanos?

Em entrevista ao programa Tambaú da Gente Manhã, da TV Tambaú, o médico infectologista Fernando Chagas tirou dúvidas sobre a vacinação contra a Covid-19. Ele respondeu a telespectadores que enviaram perguntas sobre o processo.

Um dos temas principais abordados foi o da ingestão alcoólica. Há muitas dúvidas nas redes sociais sobre a ingestão de álcool antes, no dia e após o processo de vacinação. Segundo Fernando, uma declaração que deu anteriormente pode ter sido mal interpretada e detalhou a informação:

“As pessoas que fazem uso crônico do álcool, o antigo alcoólatra, já tem imunidade prejudicada. Elas precisam parar pelo menos por 15 dias de ingerir bebida alcoólica naquele quantitativo para que, quando receba a vacina, tenha o sistema imunológico recuperado”, afirmou.

Portanto, segundo o médico, não há problemas com a ingestão de álcool de forma moderada. “Se no dia do pós-vacina quiser ingerir álcool num quantitativo pequeno, não tem problema”, destacou. “A gente tem que evitar o abuso porque esse sim interfere na imunidade e pode prejudicar a resposta do corpo à presença da vacina”, finalizou.