Com gol de Paquetá, Brasil vence a Colômbia e confirma classificação antecipada para a Copa do Mundo do Catar

O Brasil está matematicamente garantido na Copa do Mundo de 2022 no Catar. Nesta quinta-feira (11), na Arena Corinthians, pela rodada 13 das eliminatórias, a seleção brasileira venceu a Colômbia por 1 a 0 e, agora com 34 pontos, não pode mais ser alcançado pelo 5º colocado até o final da disputa.

 

Em relação ao time que venceu o Uruguai por 4 a 1, na última rodada das eliminatórias, o técnico Tite promoveu quatro mudanças na seleção: lesionado, Lucas Veríssimo deu lugar a Marquinhos na zaga. Casemiro, Danilo e Alisson também voltaram ao onze inicial nos respectivos lugares de Fabinho, Emerson Royal e Ederson.

A Colômbia, por sua vez, não pôde contar com o zagueiro Yerry Mina e o atacante Falcao García, também por lesão, mas por outro lado contou com o regresso do meia James Rodríguez, que começou por opção no banco.

O primeiro tempo começou morno, com poucas oportunidades para as duas equipes. E nos primeiros 15 minutos, a única boa chance foi da Colômbia, após chute de fora da área de Wilmar Barrios, que foi para fora.

O jogo começou a esquentar a partir dos 20 minutos, quando os colombianos chegaram novamente com perigo, após finalização de Duván Zapata que passou muito perto da meta defendida por Alisson.

No lado do Brasil, as melhores chances foram aos 35 minutos, com Danilo, que cruzou rasteiro dentro da área, a defesa colombiana desviou, e a bola bateu na trave, e aos 46 minutos, após cabeçada de Marquinhos depois de cobrança de escanteio.

Aos 41 minutos, Neymar e Cuadrado se estranharam depois que o atacante da Colômbia disputou bola com o camisa 10 do Brasil, que foi ao chão. O colombiano levou amarelo pelo lance, enquanto Ney disse ter sido acertado no olho pelo rival.

Na volta para o segundo tempo, o técnico Tite fez logo de cara uma mudança na seleção. Saiu Fred para a entrada de Vinicius Junior.

Foi então que, aos 26 minutos, o Brasil chegou à vitória. Em jogada iniciada por Marquinhos, Neymar recebeu e deu assistência para Lucas Paquetá, que recebeu na entrada da área e bateu colocado, vencendo goleiro Ospina e estufando as redes.

No fim do jogo, Casemiro ainda recebeu o cartão amarelo e, como estava pendurado, não poderá enfrentar a Argentina, na terça-feira (16).

Com o resultado, a seleção brasileira segue invicta nas eliminatórias, agora com 11 vitórias e um empate. O técnico Tite, por sua vez, chegou à sua vitória de número 50 à frente do Brasil.

Nas eliminatórias, somando as para a Copa de 2018, o Brasil chegou a uma invencibilidade de 24 jogos.

Foto Lucas Figueiredo/CBF

Brasil carimba vaga antecipada na Copa de 2022

Com a vitória em São Paulo, a seleção brasileira se garantiu matematicamente no Mundial do Catar, ainda faltando algumas partidas para o desfecho das eliminatórias sul-americanas. Agora com 34 pontos, o Brasil já não pode mais ser alcançado pelo 5º colocado, que no momento é a própria Colômbia, com 16 pontos, a primeira seleção fora do G4 da disputa, que dá vaga direta à Copa.

Situação do campeonato

Com a vitória, o Brasil foi a 34 pontos e segue firme e forte na liderança isolada das eliminatórias. A Argentina, segunda colocada, tem 25 pontos e ainda entra em campo pela rodada, mas mesmo se vencer o Uruguai, pode ir no máximo a 28.

Já a Colômbia, foi segue em 5º na classificação, com 16 pontos, e por enquanto vai ficando com vaga na repescagem para o Mundial. Entretanto, os colombianos ainda podem perder posições ao final da rodada.

Próximos jogos

Agora, na rodada 14 das eliminatórias, a seleção brasileira faz confronto direto contra a Argentina, em San Juan. A partida será na terça-feira (16), às 20h30 (de Brasília).

Mais cedo no mesmo dia, às 20h, em Barranquilla, a Colômbia recebe o Paraguai, pela mesma rodada.

Ficha técnica
Brasil 1 x 0 Colômbia

GOLS: Brasil: Lucas Paquetá (72′)

BRASIL: Alisson; Danilo, Marquinhos, Thiago Silva e Alex Sandro; Fred (Vinicius Jr.), Casemiro e Lucas Paquetá (Fabinho); Raphinha (Antony), Neymar e Gabriel Jesus (Matheus Cunha). Técnico: Tite.

COLÔMBIA: Ospina; Muñoz (James Rodríguez), Davinson Sánchez, Tesillo e Mojica (Cuellar); Lerma, Wilmar Barrios (Luis Muriel) e Yairo Moreno; Cuadrado, Luis Díaz (Roger Martínez) e Duván Zapata (Miguel Borja). Técnico: Reinaldo Rueda.