“Partido que quiser seguir projeto próprio para 2022 deve deixar o governo e seguir o seu caminho” diz João Azevêdo

O governador João Azevêdo (Cidadania) disse nesta quinta-feira (23), que não vai interferir em projetos políticos de nenhuma legenda da sua base de apoio, mas caso algum decida por uma candidatura ao Governo do Estado nas eleições de 2022, deve deixar a gestão.

“Eu não faço interferências em outros partidos, principalmente nos da nossa base. Mas quem quiser seguir com projeto próprio deve deixar o governo e seguir o seu caminho”, afirmou o governador.

Dentro da base do governador João Azevêdo, o PDT, partido da vice-governadora Lígia Feliciano, pretende lançá-la como candidata a governadora nas eleições do próximo ano. O presidente nacional da sigla, Carlos Lupi, já defendeu o nome da vice para a disputa, mas até agora a família Feliciano não se pronunciou sobre a possibilidade.

Por Paraíba Master com André Gomes