Ivermectina é para gado e não deve ser usada contra a Covid, diz agência dos EUA

A droga antiparasitária ivermectina, comumente usada para o gado, não deve ser usada para tratar ou evitar a Covid-19, disse no sábado (21) a FDA (agência de alimentos e medicamentos dos EUA).

 

A advertência veio um dia depois que o Departamento de Saúde do estado do Mississipi emitiu um comunicado semelhante em resposta a relatos de que um número crescente de pessoas nesse estado estavam usando o medicamento para evitar a infecção por Covid.

 

caixas de ivermectina

Caixas de ivermectina; remédio não tem eficácia comprovada contra Covid-19 – Reprodução

Alguns estudos no ano passado promoveram o uso dessa droga contra a Covid, principalmente na América Latina, e a Fox News divulgou as conclusões de alguns desses estudos.

 

Mas os Institutos Nacionais de Saúde disseram em fevereiro que a maioria dos estudos relacionados à ivermectina e ao coronavírus tem informação incompleta e limitações metodológicas significativas, incluindo amostragens de tamanho reduzido e medidas muitas vezes obscuras dos resultados dos estudos.

 

No Mississipi, onde apenas 37% da população está totalmente vacinada, mais de dois terços dos chamados recentes feitos ao centro de controle de intoxicações do estado se relacionaram à “ingestão de fórmulas de ivermectina para gado ou animais compradas em centros de suprimentos para gado”, disse o Departamento de Saúde em um comunicado de imprensa.

 

Comprimidos de hidroxicloroquina, que também é usada na nebulização; não há provas da eficácia do medicamento para tratamento ou prevenção da Covid-19

Comprimidos de hidroxicloroquina, que também é usada na nebulização; não há provas da eficácia do medicamento para tratamento ou prevenção da Covid-19. AFP/Narinder Nanu

 

Caixas de ivermectina; remédio não tem eficácia compravada contra Covid-19

Caixas de ivermectina; remédio não tem eficácia compravada contra Covid-19. Reprodução/

 

 

Em 2020, com caixa de cloroquina, Bolsonaro divulga foto após resultado negativo de PCR para Covid-19

 

Em 2020, com caixa de cloroquina, Bolsonaro divulga foto após resultado negativo de PCR para Covid-19

 

Em 2020, com caixa de cloroquina, Bolsonaro divulga foto após resultado negativo de PCR para Covid-19

Dos que relataram a ingestão de ivermectina, 85% tiveram sintomas leves e uma pessoa foi instruída a buscar avaliação mais completa por causa da grande quantidade que teria tomado, segundo o órgão de saúde.

 

A ivermectina, que também é formulada para uso por seres humanos contra vermes parasitas, tinha sido promovida de maneira polêmica como um potencial tratamento contra Covid-19 no início da pandemia, mas estudos recentes concluíram que a eficácia da droga contra o coronavírus é reduzida, e a FDA não a aprovou para tratamento de Covid-19.

 

No Twitter, a FDA foi mais insistente em sua advertência.

 

“Você não é um cavalo”, disse o órgão. “Você não é uma vaca. Sério, vocês todos. Parem com isso.”​

 

 

A FDA disse que recebeu diversos relatos, incluindo alguns da Louisiana, de pessoas que “precisaram de apoio médico e foram hospitalizadas depois de se automedicarem com ivermectina destinada a cavalos”.

 

“Tomar grandes doses dessa droga é perigoso e pode causar danos sérios”, disse a FDA.

 

O Departamento de Saúde do Mississipi alertou os moradores de que “drogas veterinárias são altamente concentradas para animais grandes e podem ser altamente tóxicas em humanos”.

 

Alguns sintomas associados à toxicidade da ivermectina são vermelhidão da pele, náusea, vômito, dor abdominal, distúrbios neurológicos e hepatite potencialmente grave que pode exigir hospitalização, disseram as autoridades de saúde.

 

O estado do Mississipi, que teve um aumento de casos de Covid recentemente, relatou 5.048 casos na sexta-feira. Os índices de hospitalização e de morte também estão aumentando.