Polícia já registrou mais de 300 ocorrências envolvendo golpes por meio do PIX em João Pessoa

Pix é o pagamento instantâneo brasileiro. O meio de pagamento criado pelo Banco Central (BC) em que os recursos são transferidos entre contas em poucos segundos, a qualquer hora ou dia. É prático, rápido e seguro.

Desde que o PIX começou a funcionar oficialmente, em novembro de 2020, a Polícia Civil de João Pessoa já registros 306 ocorrências envolvendo golpes com o uso dessa ferramenta em João Pessoa.

O delegado de Defraudações e Falsificações,  Aneilton Castro  explica que  os  bandidos  criam contas falsas, clonam perfis de redes sociais ou burlam a venda de produtos em sites de anúncios e através disso usam a boa intenção das pessoas para conseguir a transferência imediata de recursos financeiros. “Devido à instantaneidade do envio de dinheiro, os destinatários recebem de forma imediata a quantia extorquida”, comentou o delegado.

Um desses golpes que está sendo investigado pela Polícia Civil diz respeito à venda de um carro que foi anunciado por R$ 24 mil, no entanto, o golpista ofereceu o veículo por R$ 18 mil. “Em uma situação como esta, o cliente vai até o local onde está o carro, mas não tem contato com o proprietário oficial e é induzido a fazer a compra pelo valor abaixo do mercado, explicou o delegado.

Com objetivo de evitar esse tipo de golpe, Aneilton Castro orienta as pessoas e não fazerem esse tipo de transação com pessoas estranhas.